Dia: 21 de Jul
  • Zen Online

Em Armação de Pêra - Cultura e entretenimento com "Devaneios"

Realizou-se no passado domingo, 22 de novembro, no Salão Polivalente do Clube de Futebol “Os Armacenenses”, o lançamento de mais um livro do escritor João Pina, com a designação de “DEVANEIOS”, registando-se a presença de mais de uma centena de pessoas de Armação de Pêra e de outras localidades próximas.

Com apresentação da jovem repórter, Sónia Santos, a mesa de honra foi constituída pelo Dr. Fernando Serol, Presidente da Direção do Clube de Futebol “Os Armacenenses”, Dr. Ricardo Pinto, Presidente da Junta de Freguesia de Armação de Pêra, Paula Santos, Presidente da Casa do Povo de Alcantarilha, Pêra e Armação de Pêra, Prof. Rogério Pinto, Vereador da Câmara Municipal de Silves, Pedro Pinto, Web Developer, Músico e autor do Prefácio do livro e ainda por João Pina.

 O acompanhamento musical esteve a cargo do princípio ao fim pelo músico convidado, Fernando Raimundo, sendo o cocktail servido pelo Agrupamento de Escolas Silves Sul e apoiado pela empresa “Dom Chique”.

A abertura das portas aconteceu pelas 16,00 horas, sendo convidadas as pessoas a conviver, tomar um drink e saborear os aperitivos, consultar os livros e com o pianista a tocar música ambiente e suave a nível de som.

 Passados alguns minutos, as pessoas sentarem-se e a apresentadora de serviço chamou para a mesa de honra as figuras proeminentes da vila de Armação de Pêra que tomaram os seus lugares e de improviso falaram um pouco a respeito de João Pina e da sua obra e, também, como cidadão armacenense.

A dar as boas vindas, o Dr. Ricardo Pinto, Presidente da Junta da Freguesia, proferiu algumas palavras acerca do apoio do executivo à edição do livro e sobre o escritor João Pina e a sua envolvência em Armação de Pêra ao longo das décadas.

Paula Santos, Presidente da Casa do Povo de Alcantarilha, Pêra e Armação de Pêra, abordou a amizade e os anos como colaboradora com o escritor e jornalista na «Algarve Mais» e relembrou as muitas peripécias passadas nos anos por que passou na redação da revista mais mediática do Algarve.

O Prof. Rogério Pinto, político, amigo e conhecedor do João Pina, quer como jornalista e companheiro pela vida fora, nomeadamente à mesa dos petiscos, reconhecendo, igualmente os valores humanos do poeta escritor e jornalista.

A encerrar o espaço de alocuções acerca de João Pina, o Dr. Fernando Serol, Presidente da Direção do Clube de Futebol “Os Armacenenses”, recordou o contributo do escritor ao longo das décadas na direção dos “Armacenenses”, como jornalista e o cidadão armacenense há 40 anos e o muito que tem trabalhado na sombra em prol da população e do clube.

De surpresa e vinda de Monchique, a radialista, Fátima Peres abraçou João Pina e ao microfone contou o como se conheceram e a muita “água de conhecimentos que bebeu da fonte de informação do jornalista e também antigo radialista João Pina”, proporcionando alguns dos melhores momentos e de muita emoção entre a assistência que viu o quanto reviveu o poeta que, se viu homenageado pela mulher rádio mais popular do Algarve.

Após as intervenções das figuras públicas, registaram-se momentos de agradável performance poética com Nádia Cruz, Paula Santos, Sónia Santos, Fátima Peres, Pedro Pinto e, também, João Pina a declamarem acompanhados ao piano por Fernando Raimundo, vários poemas publicado no livro.

“Devaneios”.

João Pina que, tem ao longo da vida passado muitas horas em frente aos microfones e que se sente “como peixe na água”, neste domingo de lançamento de mais um livro seu, falou menos do que a emoção sentida. De olhos nos olhos, encarou os muitos amigos de todas as idades ali presentes, mas foram as filhas e outros familiares e, estamos crentes, as lembranças que cada poema escrito e naquela tarde declamado por alguns convidados, que lhe trouxeram a agitação banhada às escondidas por lágrimas traiçoeiras que lhe embargaram as palavras na garganta.

 O autor dos “Devaneios”, entre os agradecimentos de circunstância, de explicar a importância de estar no Clube de Futebol “Os Armacenenses” e, sobretudo, as tantas palavras elogiosas que escutou dos convidados que falaram sobre ele como se tratasse de “um ilustre algarvio” em festa de homenagem ou de despedia, de tão comovido conseguiu dizer: “Estou feliz” e, de repente, o público de pé aplaudiu com João Pina a terminar com um “Obrigado”.

“Devaneios” são o resultado de horas de insónia e da correria do autor em publicar diariamente “coisas” suas no Facebook, qual biblioteca virtual para milhares de amigos, comentários de incentivo e de discórdia na hora.

“Devaneios” são pensamentos românticos ou travessos e cruéis de quem mora a vida ao pormenor e nas horas aziagas reclama em busca de soluções convencionais mas descritas em jeito de poemas.

 A poesia de João Pina não é catalogada e muito menos pertencente a correntes literárias, possivelmente é, o espelho de um operário anarca das palavras e da meditação irreverente do tempo sem prazo para conversar, conviver, desfrutar a vida.

 Vida!

 O que é a vida?

 Questiona João Pina nos poemas inspirados ora na meia-luz da noite ora no vazio das fartas madrugadas que tem vivido.

“Devaneios”.

São retratos a preto e branco almejados com amores cúmplices do dia-a-dia das pessoas imperantes de todas as vivências e estudadas pelo olhar atento do autor, que depois as transfigura em amontoados de palavras que às vezes emocionam e tocam na sensibilidade humana, palavras tais prescritas por João Pina e que na maioria resultam em linguagem própria em forma de poesia.

“Devaneios” é o sétimo livro do autor e o segundo de poesia e que se recomenda a sua leitura.

 

Modificado emdomingo, 14 janeiro 2018 10:55

Deixe um comentário

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

voltar ao topo
×

Sign up to keep in touch!

Be the first to hear about special offers and exclusive deals from TechNews and our partners.

Check out our Privacy Policy & Terms of use
You can unsubscribe from email list at any time