Dia: 19 de Out

Câmara Municipal de S. Brás de Alportel exige solução rápida para o Centro de Medicina do Sul

O Presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel, Vítor Guerreiro, voltou a insistir, junto do Ministro da Saúde, por uma solução para as imensas dificuldades com que o Centro de Medicina e Reabilitação do Sul (CMR Sul) continua-se a confrontar. Também esta semana foi aprovada uma moção referente a esta problemática, apresentada pelo autarca, no Conselho Intermunicipal da AMAL.

Aos constrangimentos com que o CMR Sul se tem vindo a deparar nos últimos anos, o anúncio do encerramento do serviço ambulatório, motivado pela saída de um médico do referido serviço, reforçou a preocupação da autarquia que tem acompanhado de perto as dificuldades sentidas pelos profissionais daquela unidade de saúde em manterem a capacidade de resposta e a normalidade na prestação de cuidados.

Com vista a obter uma resposta célere e adequada aos problemas que afetam o CMR Sul, e nomeadamente criar condições para o seu pleno funcionamento, Vítor Guerreiro reiterou novamente a preocupação da autarquia junto do Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, no dia 14 de setembro, tendo também levado o mesmo ao conhecimento do Primeiro-Ministro, António Costa, solicitando junto destes as diligências necessárias e urgentes para o colmatar dos constrangimentos identificados.

Esta unidade de saúde de referência internacional enfrenta sérias dificuldades desde que a sua gestão ficou à responsabilidade da Administração Regional de Saúde do Algarve, IP, em 2013. Enquanto unidade hospitalar altamente diferenciada, o CMR Sul trouxe para a região uma prestação de cuidados de saúde única e o aumento da acessibilidade a cuidados de medicina física e de reabilitação para a população do Algarve e Baixo Alentejo.

“Melhor defender os interesses dos utentes e o pleno funcionamento da unidade de saúde, no sentido de contribuir para a célere reposição do regular funcionamento em pleno do CMR Sul”, afirma o Presidente da Câmara Municipal, Vítor Guerreiro, que apresentou no último Conselho Intermunicipal da AMAL a Moção “Recuperar o pleno funcionamento do Centro de Medicina e Reabilitação do Sul”, tendo a mesma sido aprovada.

 

Quase em situação de rutura o CMR Sul tem-se deparado, nos últimos três anos, com os mais diversos constrangimentos: falta de profissionais de saúde; falta de medicamentos para os doentes internados que não foram ou são disponibilizados pela farmácia da ARS; ausência de manutenção de equipamentos fundamentais para os tratamentos dos utentes.

Em prol da manutenção de um serviço de excelência, de reconhecimento internacional, perante os excecionais resultados conquistados pela equipa do CMR Sul nos tratamentos aplicados nos seus serviços, a Câmara Municipal salienta a premência de uma resposta para um problema que se tem vindo a prolongar, impedindo a comunidade algarvia e do sul do país, de usufruir de um serviço de saúde exemplar no setor da medicina física e de reabilitação.

Deixe um comentário

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

voltar ao topo
×

Sign up to keep in touch!

Be the first to hear about special offers and exclusive deals from TechNews and our partners.

Check out our Privacy Policy & Terms of use
You can unsubscribe from email list at any time