Alerta
  • JFolder: :ficheiros: caminho não é uma pasta. Caminho: /home/newsalga/public_html/images/Florentino Oliveira 5 janeiro 17
Aviso
  • There was a problem rendering your image gallery. Please make sure that the folder you are using in the Simple Image Gallery Pro plugin tags exists and contains valid image files. The plugin could not locate the folder: images/Florentino Oliveira 5 janeiro 17
  • There is no category chosen or category doesn't contain any items
Dia: 12 de dezembro

Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/?ids=http://algarvemaisnoticias.pt/index.php/component/k2/item/2324-florentino-oliveira-da-engenharia-aos-telefones-futebol-e-politica-festeja-mais-um-aniversario-com-72-amigos): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/newsalga/public_html/plugins/content/bt_socialshare/bt_socialshare.php on line 895

Florentino de Oliveira, da engenharia aos telefones, futebol e política, festeja mais um aniversário com 72 amigos Destaque

Florentino Mascarenhas de Oliveira, antigo Diretor de Faro/Beja na empresa Portugal Telecom, hoje aposentado, comemorou o 72º aniversário no conhecido restaurante “O Petisco”, em São Bartolomeu de Messines, na companhia de 72 amigos, oriundos de vários locais do Algarve, onde se destacaram alguns ex-presidentes de câmaras municipais, juntas de freguesia e presidentes de clubes desportivos, nomeadamente, de futebol e de muitas empresas e amigos, alguns desde a infância

Texto e fotos: João Pina 

Carteira Profissional de Jornalista Nº 4 408

É das caras mais conhecidas do Algarve, conhecido por milhares de pessoas e reconhece um a um, porque em cada rosto vê um amigo e não foi, nem é, através do Facebook ou qualquer outra rede social, mas sim pelo tratamento que dirige a cada um e que tenta resolver os seus problemas.

Com residência em Faro e em São Bartolomeu de Messines, o Engº Florentino de Oliveira enquanto jovem, licenciou-se em Engenharia Eletrónica pela Universidade do Porto, em 19.10.1971 e passou pela Circunscrição de Telecomunicações do Porto e nos Serviços Municipalizados de Silves. Cursou, ainda Ciências Pedagógicas na Faculdades diale Letras do Porto e foi professor do Ensino Técnico Profissional de 1969 a 1974 na Escola Industrial e Comercial de Silves e na escola Neutel de Abreu, em Nampula, tendo, sido ainda, Oficial Miliciano de Transmissões.

Em termos profissionais foi admitido nos CTT de Faro em agosto de 1974, sendo Chefe de Circunscrição de Telecomunicações de Faro, desde 3 de outubro de 1975, nomeado Gestor da área de Telecomunicações de Faro desde 1 de dezembro de 1977 e diretor da Telecom Portugal de Faro desde 1 de abril de 1992 e diretor da área Operacional de Negócios de Faro, Beja da Telecom Portugal desde 2 de abril de 1993 e finalmente Presidente do Conselho de Administração da TV Cabo Guadiana desde 11 de março de 1998 até à aposentação.

Como se depreende do referido, Florentino de Oliveira foi o homem dos "telefones" nos primórdios da área das telecomunicações e, durante 30 e tal anos a partir de Faro, desenvolveu o mercado no sul do país. “Quando cheguei à empresa estavam instalados 10 mil telefones. E, quando saí deixei 250 mil telefones. Cabines telefónicas existiam algumas dúzias e comigo foram instaladas cabines em todas as aldeias, vilas e cidades do Algarve”, referiu Florentino de Oliveira, em jeito de desabafo na noite de aniversário. Além, dos "telefones", ainda hoje é recordado como Presidente da Associação de Futebol do Algarve, “Com o engenheiro na presidência da Associação de Futebol do Algarve, estávamos garantidos com as telecomunicações nos clubes e com os pagamentos das taxas dos futebolistas. Ele resolvia tudo e depois logo acertávamos as contas, foi sempre um bom presidente e amigo dos clubes”, comentou um dirigente desportivo e ainda presidente da direção de um clube de futebol.

Aliás, do seu currículo e, por que se tem falado muito dessa faceta do Engº Florentino de Oliveira, neste jantar, registaamos que foi Presidente do Clube Desportivo de Portugal de 1968 a 1970, da Associação de Futebol do Algarve de 1987 a 1992. Foi, igualmente, membro do Conselho Pedagógico da Escola Superior de Tecnologia da Universidade do Algarve e Perito Avaliador Distrital e Presiddente da 2ª Comissão Permanente de avaliação da Propriedade Urbana da Repartição de Finanças de Albufeira.

Atendendo, às boas relações de amizade e, sobretudo, à popularidade granjeada, após deixar a empresa ainda no seu tempo, Portugal Telecon e posteriormente Meo, devido à aposentação, foi algumas vezes convidado para se candidatar à Câmara Municipal de Silves, ora pelo PS, como até integrar as listas do PSD e finalmente encabeçar a lista de um movimento político a formar, mas a política a tempo inteiro nunca o seduziu, embora, “ainda desempenhei as funções de Chefe de Gabinete do Presidente Arsénio Catuna, pelo PS, em Albufeira, mas, mais por amizade do que a pensar em seguir a carreira política”, relembra o aniversariante. Igualmente, satisfeito com o jantar, estava José Carlos Araújo “Piasca”, “faz bem recordar estes momentos de boa amizade, um homem bom nunca está só, esta noite foi fantástica porque o Eng. Florentino Oliveira merece tudo de bom. Espero que para o próximo ano estejamos novamente todos juntos. Um abraço grande para todos”, adiantou à reportagem do «Algarve MaisNotícias».

No jantar que se realizou no dia 5 de janeiro, estiveram 72 pessoas, número igual aos anos que comemorava, uma prática que o aniversariante tem seguido nos últimos anos:

Entre outros convidados, registamos as presenças de José Carlos Rolo, Vice-Presidente da Câmara de Albufeira, José Viola, antigo Presidente da Câmara de Silves, Luís Coelho, antigo Presidente da Câmara de Faro, Rogério Pinto, antigo Presidente da Câmara de Silves, Reinaldo Teixeira, Administrador da Garvetur, Comandante da GNR de S. Bartolomeu de Messines, Sarg. Mouralinho, 2º Comandante da GNR de Armação de Pêra, Sarg. Tomé, Sarg. Ajudante Pires da GNR de Silves, António Matias, Ten. Coronel e ex-Comandante do Destacamento de Albufeira, Dr. Melo, médico em Albufeira, Dr. Leonel Laranjo, médico em Faro e filho, também, médico em Faro, Henrique Viegas, Chefe de Finanças Adjunto de Silves e vários funcionários públicos, Martinho, comerciante e exportador de frutas, Prof. Carreira, muitos funcionários da Portugal Telecom, militares da PSP de Faro, Délio proprietário da Fresbolo, Baltazar da Chocofigo, proprietários do Restaurante dos Salgados, Luís Serra, Centro de Empresas do BPI de Faro, D. Margarida do BPI Faro, Monteiro, hoteleiro de Albufeira, Eng. Sérgio Neves, Valdemar da Messiluz, Eng, Bonança, Pres. da Telecert Faro, Júlio Catuna, Empresário de Albufeira, Adolfo

Gregório, Presidente do Imoral de Albufeira, José Carlos Araújo, Presidente da Casa do Povo de Messines, Hélder Brás, Presidente da União Desportiva Messinense, Sousa Cabrita e esposa, da Auto Jardim, Florival, Empresário hoteleiro e de Bares, Albufeira, José Emídio e filho, proprietários hoteleiros e Rent a Cars, Arqª. Ana Filipa e marido da Câmara de Albufeira, Nelcinho, Garrafeira Soares, Eng. Barros da Câmara de Loulé, Dimas, antigo funcionário da EDP, Hilário Monteiro, Captações de Água, Alfredo Machado, Empresário e Jornalista, Jorge Silva, Companhia de Seguros Fidelidade. 

Florentino de Oliveira passou a noite do jantar do seu aniversário mais tempo em pé e de mesa em mesa a conversar com os convidados do que a jantar propriamente dito e que frisou várias vezes, “são meus amigos de uma vida, quer de trabalho como de negócios, sobretudo, de boas relações, este é mais um encontro de convívio, só que estamos mais tempo juntos uns como outros”, explicou ao jornalista e a propósito do protocolo na organização das mesas e da oferta de prendas, sublinhou: “Como disse, é um jantar informal, não gosto de prendas e cada um senta-se onde quiser e houver lugar, também é tempo de se conhecerem mais e melhor uns aos outros, se bem que somos amigos há décadas… discursos, não gosto de agradecimentos públicos e muito menos de agradecimentos, também, públicos, nunca andei à procura de protagonismo e muito menos com esta idade”.

Na hora das despedidas, Maria P. Cabrita fez questão de fazer chegar a Florentino de Oliveira e por escrito a seguinte mensagem: “Parabéns. E já agora devo dizer-lhe muito obrigada pois sem a sua ajuda e boa vontade a minha aldeia Alfarrobeiras não tinha tido linhas telefónicas. Isto apesar de vários pedidos aos Serviços Telefónicos e com justificações médicas de pessoas que estavam bastante doentes e o telefone mais perto para se chamarem os socorros se encontravam instalados no “Fica Bem” a mais de um quilómetro. Muito obrigada, muita saúde e bem-haja”.

Texto: João Pina 

Carteira Profissional de Jornalista Nº 4 408

Fotos: João Pina e Hélder Fontainhas da Cunha

Comentar e partilhar pelos amigos

{gallery}Florentino Oliveira 5 janeiro 17{/gallery}

Deixe um comentário

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

voltar ao topo
×

Sign up to keep in touch!

Be the first to hear about special offers and exclusive deals from TechNews and our partners.

Check out our Privacy Policy & Terms of use
You can unsubscribe from email list at any time