Dia: 23 de Jun
  • Zen Online

Alice Estevão dos Santos da CDU quer conquistar o poder autárquico em Armação de Pêra Destaque

O Largo da Fortaleza de Armação de Pêra, ex-libris da vila piscatória, não registou lotação esgotada como nas quintas-feiras nas noites dos bailes de verão, mas estiveram cerca de 300 pessoas para assistir, conhecer e ouvir o que diriam os candidatos da CDU à Assembleia de Freguesia de Armação de Pêra naquela noite do dia 24 de Agosto.

João Pina

Carteira Profissional de Jornalista Nº 4 408

E surdina ouvia-se a pergunta: “Quem é afinal de contas a candidata filha do povo e da família de pescadores”, aliás, nas últimas semanas a conversa andava no ar, “é preciso mudar a junta de freguesia da terra e trabalhar, isto não pode continuar só com bailaricos e festas todas as noites para os turistas”.

À hora marcada e com as filas das cadeiras repletas de comunistas, simpatizantes e muitos curiosos, pessoas das freguesias limítrofes, sobretudo, de Silves, uma jovem estudante da vila pegou no microfone e anunciou ao que vinham – apresentação dos candidatos às eleições de 1 de outubro à Junta de Freguesia de Armação de Pêra – e escutaram-se as primeiras palmas.

O Estado-maior da Câmara de Silves e também candidatos a novo mandato estava presente, Rosa Palma, Mário Godinho e Luísa Conduto Luís.

A jovem Marlene sem mais demoras anunciou a candidata à Junta de Freguesia de Armação de Pêra e passou o microfone a Alice Maria Estevão dos Santos, 44 anos, doméstica, nascida e criada entre pescadores e comunistas trabalhadores apaixonados pela velha aldeia de ruas viradas pro mar: “O que me levou a aceitar esta candidatura, prende-se, não apenas com a admiração e respeito que tenho pelo trabalho desenvolvido pelo atual executivo da Câmara Municipal de Silves, liderado por Rosa Palma, mas também, e sobretudo, pelo amor e carinho à minha terra, tendo a plena consciência e a confiança que posso desenvolver um trabalho sério, dedicado e empenhado em prol do bem-estar e da qualidade de vida das gentes de Armação de Pêra”, começou por afirmar Alice dos Santos, seguindo de imediato. “Foi nesta freguesia que cresci, é nesta freguesia onde tenho a minha família e amigos, é nesta freguesia onde convivo diariamente com todas as pessoas que sentem Armação de Pêra”, e adiantou entre os aplausos, “conheço bem a realidade da nossa terra e das suas gentes, os problemas e as necessidades que enfrentam e o que pretendem e desejam ver acontecer”.

Alice Estevão dos Santos que encabeça a lista da CDU é a porta-voz de uma equipa com muitos jovens e independentes que tem o desejo em mudar as mentalidades em Armação de Pêra, um grupo de armacenenses apto a trabalhar e a colaborar no desenvolvimento da vila. 

“Não venho esta noite propor medidas ou obras, será importante ouvir as pessoas da minha terra, falar olhos nos olhos com os comerciantes, profissionais liberais, estudantes, os desempregados desde os jovens aos idosos, ouvir as crianças, irei estar próximo de todos com a minha humildade, mas sobretudo com a vontade e a garra de defender os interesses da população em geral, resolver os problemas, mesmo naqueles que a Junta de Freguesia não tem as competências para os resolver (palmas), estarei ao serviço de todos, independente das cores partidárias”, sublinhou Alice Estevão dos Santos. Uma pausa para digerir os aplausos e beber um golo de água, continuou: “No estou sozinha, somos uma equipa jovem, lutadora e orgulhosamente empunhando a bandeira de ser armacenense, temos experiência de vida adquirida nas escolas, no meio social e profissional. Sabemos que a nossa vila, enquanto polo de atração turística é rigorosamente marcada pela sazonalidade, assim, sabemos que é necessário estimular e dinamizar o comércio em Armação de Pêra e a respetiva economia nas épocas baixas”.

A candidata da CDU não deixou de abordar o tema tão criticado entre a população residente e os forasteiros que visitam a vila nas férias, “é fundamental garantir a limpeza e higiene urbana para garantir mais visitantes e mais investimento (palmas). Temos e sempre existiu uma comunidade piscatória, aliás, representada no brasão da nossa freguesia (palmas) e que merece mais atenção e apoio (mais palmas). Temos uma praia apetecível e única em todo o Algarve e como é importante defendê-la de qualquer apropriação privada”, referiu Alice dos Santos entre «vivas» e muitos aplausos.

Empolgada e sem hesitar não esqueceu a dinamização cultural, mas sempre com o envolvimento das pessoas “das nossas gentes, comércio local e coletividades respeitando as nossas tradições e costumes”, explicando que há muito a fazer em Armação de Pêra.

Entre a assistência alguém dizia: “Eh pá, a Alice veio do nada, mas sabe ao que vai” e a resposta surgiu rápida: “Qual quê, o pai foi um grande camarada, a mãe, a família, temos de votar na moça…”. E, neste clima, até parecia que Alice dos Santos ouvia os comentários enquanto falava ao jeito de rapariga da praia com o balde de peixe pronto para venda nos restaurantes da vila. “Temos consciência que a tarefa não é fácil, mas quando nos envolvemos com o pensamento de defender os armacenenses, contribuir para melhorar a sua qualidade de vida e bem-estar, surge a nossa superação e vontade de não desiludir”.

Igualmente, não deixou de louvar a preocupação e o empenho do atual executivo da Câmara Municipal de Silves na resolução de problemas antigos de Armação de Pêra, “como o elevado investimento na elaboração do plano Geral de Drenagem de Águas Pluviais da baixa da vila com a inclusão da remodelação das redes de abastecimento de água e saneamento, a sul da via dorsal e na baixa da vila, mas também na construção da sede da Junta de Freguesia de Armação de Pêra, cujo início se avizinha para breve, assim como na construção do Parque Verde Urbano junto à Ribeira de Alcantarilha, entre o mais que irá ser feito”.

A candidata que já tinha conquistado a vasta assistência com a sua forma de estar e humilde, mas bem preparada para a difícil tarefa de conquistar a Junta de Freguesia de Armação de Pêra, frisou, ainda, a confiança de que a população saberá reconhecer toso este trabalho, “não deixaremos de prosseguir o caminho de cooperação mútua com o Município de Silves, conjugando e unindo esforços para resolução dos problemas e carências da população”.

A finalizar o rol de pequenas criticas e alertas, mormente, o que falta fazer pela sua terra, Alice dos Santos sublinhou: “Este é sem dúvida um traço que nos distinguirá dos atuais responsáveis autárquicos da Junta de Freguesia de Armação de Pêra, demasiadamente focados em atritos e fricções políticas, e pouco envolvidos na resolução dos problemas reais e efetivos da nossa terra e das suas gentes. Aliás, cientes que muito ficou por fazer por parte do atual executivo da Junta de Freguesia e que nem tudo o que foi feito foi do agrado dos armacenenses, não podíamos ficar quietos ou encostados a ver Armação de Pêra a definhar, razão pela qual abraçamos este projeto de participação cívica e política”.

Tempo, ainda, para Alice dos Santos e no seguimento das suas palavras, “espírito e bandeira de bem-servir e de dedicação plena, de corpo e alma, à causa pública, à defesa dos interesses dos armacenenses e da nossa freguesia, ganhando para as nossas fileiras gente séria, honesta e competente, na sua grande maioria, independentes, reforçando o espírito unitário, que é efetivamente um traço da CDU no Poder Local Democrático é, uma importante e decisiva vantagem do nosso projeto que é preciso salientar, valorizar e divulgar”, enfatizou Alice dos Santos visivelmente emocionada pelo calor humano recebido da população armacenense que não arredava pé…. “Apelo, por isso, à participação não apenas do vasto coletivo de apoiantes da CDU, à sua militância e entusiasmo, mas também de toda a população em geral, independentemente das suas idades, crenças e filiações, que se revejam neste projeto, enquanto fatores indispensáveis para o desenvolvimento sustentável de Armação de Pêra e a melhoria da qualidade de vida das suas gentes, que é no fundo a razão der ser da minha candidatura à Junta de Freguesia de Armação de Pêra e de toda a equipa que me acompanha”, terminou Alice Maria Estevão dos Santos, entre «Viva o Poder Local Democrático, Viva a CDU, Viva Armação de Pêra».

Foi uma noite, quiçá, memorável num futuro muito próximo, em que para já, despontou a simpatia e saber de Alice Maria Estevão dos Santos e da sua vasta equipa, numa noite em que atuaram um duo de jovens de Hip Hop e o poeta e cantor Manuel Neto dos Santos e proferiram umas breves palavras Rosa Palma, Presidente da Câmara Municipal de Silves e candidata a novo mandato e Vasco Cordeiro, Membro da Comissão Política do CC do PCP e com a presença dos candidatos de Armação de Pêra à respetiva Junta de Freguesia e que se segue:

Lista dos candidatos da CDU à eleição para a Assembleia de Freguesia de Armação de Pêra:

Candidatos efetivos
1- Alice Maria Estevão dos Santos; 44 anos; Doméstica
2- Hélio Luís da Silva Monteiro; 41 anos; Professor do Ensino Secundário
3 - Ana Filipa Correia Vilas; 36 anos; Advogada
4- Rui Manuel Boto Mascarenhas; 45 anos; Empresário
5 - Marlene Gomes Santiago; 19 anos; Estudante
6- Jorge Miguel Coelho Griff; 34 anos; Administrativo
7- Maria Saionara Cordeiro Duarte Cabrita; 46 anos; Cabeleireira
8- Carlos Manuel Bentes Gonçalves; 53 anos; Pescador
9 - Bruno Miguel Morais Marruz Baptista; 36 anos; Comerciante

Candidatos Suplentes

1- Maria Teresa Fernandes; 65 anos; Reformada
2- Nuno Miguel Contreiras dos Santos Bárbara; 38 anos; Técnico Construção Civil
3- Sónia Isabel Ferreira Gonçalves Negrão; 39 anos; Arquivista
4- Águeda Freire Ribeiro; 52 anos; Empregada de mesa

5 – Vanda Sofia Martins Costa; 18 aos, estudante

Ver a Galeria de imagens em baixo:

Deixe um comentário

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

voltar ao topo
×

Sign up to keep in touch!

Be the first to hear about special offers and exclusive deals from TechNews and our partners.

Check out our Privacy Policy & Terms of use
You can unsubscribe from email list at any time