Dia: 24 de Set

Portugal atravessa um grave problema de consanguinidade política em cargos de chefia Destaque

O Governo está a estudar a criação de mais uns milhares de institutos, observatórios e outros organismos públicos, nomeadamente, de supervisão dos organismos de supervisão que não estão a ser suficientes para supervisionar o que ninguém quer ver.

A medida tem por objectivo evitar divórcios exagerados nas chefias do Estado, pois o número de casais que são obrigados a trabalhar juntos pode de sobremaneira obrigar ao aumento de separações.

A Autoridade das Condições no Trabalho tem recebido várias queixas e reportou já as mesmas para o Ministro, Vieira da Silva, que imediatamente deu seguimento ás mesmas, passado inclusive à frente das queixas que tinham sido apresentadas sobre a "Raríssimas" e a IURD, tendo mesmo pedido a intervenção de António Costa, pois há casos dramáticos em que se corre o risco de mulheres e amantes passarem a trabalhar no mesmo serviço, o que decerto irá criar decréscimo de produtividade e em alguns casos pode mesmo inviabilizar o programa Simplex, já que se prevê uma troca de mails exagerada que pode mesmo entupir os servidores dos ministérios.

Costa já disse que, agora que o Centeno é credível, não faltarão verbas, e que contratou Ricardo Araújo Pereira para criar as siglas dos novos organismos para que o Bloco de Esquerda e o Pan pensem que se trata de coisas ecológicas e assim possam ser aprovados em pacote na Assembleia da República á primeira.

Marcelo também já foi contactado no sentido de não vetar a lei, e que terá posto como única condição que seja criado o Instituto de Apoio aos Banhos na Baía de Cascais, e uma verba para o aquecimento da água, pois foram-lhe diagnosticadas umas tendinites fruto de tantos abraços que tem dado para remendar as burrices do governo, e a água fria não é nada boa para estas mazelas.

Ricardo Araújo Pereira não quer ser pago pelo serviço, tendo apenas, pedido em troca umas verbas para criar uma instituição para internar os humoristas que foram contratados pela TSF, pois aquela hora da manhã ainda não deviam andar na rua e ainda por cima sem terem tomado o Xanax.

Esperemos pois que este problema se resolva depressa, pois como se sabe não há casas para vender nem para alugar e um número de divórcios exagerado pode aumentar os sem abrigos e como já referi as tendinites de Marcelo não o vão deixar dar tantos abraços.

E por falar nisso, Abraços.

Deixe um comentário

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

voltar ao topo
×

Sign up to keep in touch!

Be the first to hear about special offers and exclusive deals from TechNews and our partners.

Check out our Privacy Policy & Terms of use
You can unsubscribe from email list at any time