Dia: 24 de Set

7 Maravilhas à Mesa «Silves da Serra ao Mar»

Mais sobre a mesa “Silves: da serra ao mar”

As inscrições para a participação na claque de apoio à mesa de «Silves da Serra ao Mar», que estará presente na gala no dia 26 de agosto, em Tomar, estão abertas devendo os interessados efetuar a sua inscrição, dado que a autarquia disponibilizará um autocarro de 50 lugares para esse efeito.

Os interessados deverão contactar o sector de Turismo da autarquia, através do email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou do telefone 282 440 800 (ext. 2744 / 2741).

Recordamos que a organização das 7 Maravilhas de Portugal® e a RTP têm em curso a votação nas 7 Maravilhas à Mesa®, sendo possível votar na «Mesa de Silves: da Serra ao Mar» ligando para o número de telefone 760 10 70 40.

Na Gala Pré-finalista do dia 26 de agosto, Silves poderá ser uma das apuradas, levando, deste modo, mais longe a mesa que dá a conhecer a identidade de Silves. Nesse dia serão também apresentadas as mesas de Sintra, Sever do Vouga, São Roque do Pico, Chaves e Arraiolos.

A Mesa com a qual a autarquia silvense se candidatou ao concurso “7 Maravilhas à Mesa” contempla pratos como o ensopado de Javali e a Feijoada de Buzinas, procurando dar a conhecer o território silvense desde a serra ao litoral - complementados com os sabores do barrocal, onde o aroma dos citrinos se destaca –, bem como os Vinhos de Silves.

7 Maravilhas à Mesa é um projeto com o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República, desenvolvido em parceria com a AMPV – Associação de Municípios Portugueses do Vinho, e a AHRESP – Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal.

Mais sobre a mesa “Silves: da serra ao mar”

«Queremos que Silves possa estar presente com os seus produtos que, sobretudo, são a marca das suas gentes e da sua capacidade de trabalho e de criação: o que comemos, a nossa gastronomia é mostra da nossa sensibilidade, do nosso olhar atento à natureza que nos rodeia, é sinónimo da nossa franqueza e capacidade de acolhimento e, sobretudo, da nossa capacidade de gostar de tudo o que é verdadeiramente bom», refere Rosa Palma, Presidente da Câmara Municipal de Silves.

Ênfase especial será dada ao javali enquanto elemento gastronómico mais apreciado na zona serrana do território, que é normalmente acompanhado por vinhos tintos produzidos no concelho, caracterizados pelos aromas a frutos bem maduros e sabor aveludado e quente. O Ensopado de Javali, carne de sabor delicado e um pouco exótico, acompanhado por uma fresca e arrojada salada de lúcula, agrião, hortelã e laranja, será o rei desta mesa, onde também estrará presente uma Feijoada de Buzinas, que junta o apreciado molusco gastrópode de delicado sabor marítimo ao feijão colhido e plantado no interior do concelho. Dá-se, desse modo, uma imagem do sector mais a sul do concelho, onde é possível degustar iguarias marítimas, mas que congregam igualmente elementos do interior, permitindo proporcionar uma simbiose harmoniosa entre a frescura do litoral e a herança cultural alicerçada por uma influência mourisca, bem patenteada no Castelo de Silves.”

Na transição entre a serra e o litoral, sobressai o barrocal onde é possível sentir o aroma a citrinos ou não fosse Silves a “Capital da Laranja”, proporcionando uma transição suave juntamente com os "vinhos frescos" beneficiando dos solos argilo-calcários proporcionam um néctar com maior acidez e taninos mais equilibrados. Daí que, nesta mesa, também estará presente a Laranja de Silves, cultivada no barrocal e que beneficia de características edafo-climáticas únicas, que lhe conferem um paladar inigualável.

Para acompanhar estes pratos, foram selecionados três vinhos, que permitem apreciar todas as nuances das propostas apresentadas:

O Barranco Longo Rosé 2015 - Predomina o aroma a frutos vermelhos tendo uma entrada cremosa na boca e terminado com grande frescura;

O Paxá Sauvignon blanc 2014 - Apresenta uma cor citrina, sendo robusto e suave, com algum corpo e grande capacidade de evolução;

E o Quinta do francês 2015 - As vinhas crescem numa variedade de solos como argila, calcário, grés e mesmo umas zonas com xisto, produzindo uvas de alta qualidade.

Deixe um comentário

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

voltar ao topo
×

Sign up to keep in touch!

Be the first to hear about special offers and exclusive deals from TechNews and our partners.

Check out our Privacy Policy & Terms of use
You can unsubscribe from email list at any time