Dia: 18 de Mar

Itens filtrados por data: sexta, 11 janeiro 2019

"Vai a pé filha, que só as putas é que andam à boleia"

Coisas avulsas

O Goucha entrevista o Machado. Dizem que está acabado. O Goucha, claro.
De seguida o Marcelo liga para a Cristina. O presidente do Benfica chora no ombro da Cristina. 
Um escritor francês diz que as mulheres de 50 anos não lhe interessam. Mulheres de 50 anos andam ao engate de "miúdos" nas discotecas. 
O Rui Vitória foi despedido depois de dois autogolos. Isto um mês depois do LFV ter tido um sonho igual àquele que o fez manter o JJ e assim ter alcançado a conquista de mais um campeonato.
O Duarte Lima afinal cobrou 5 milhões de euros de honorários e de modo algum gamou o dinheiro à pobre da senhora. Portanto desaparece a motivação para o assassinato da senhora. 
Toda a gente tem opinião sobre estes assuntos. Opinião contrária na sua esmagadora maioria.

Não vi o Goucha à conversa com o Machado, não vi o presidente do Benfica chorar, muito menos vejo os seus devaneios nocturnos (falo dos seus sonhos) tão pouco assisti ao telefonema do Marcelo para a Cristina. Não li nenhum livro do senhor que só gosta de "carne fresca" e não vou a discotecas de 15 em 15 dias nem para engatar, nem para ser engatado e não devo comentar decisões judiciais. Não devo porque não estudei o processo, porque não li os argumentos nem da acusação nem da defesa e mesmo que os tivesse lido falta-me formação para os interpretar.

Diga o que disser, a verdade é que as pessoas fazem aquilo para o qual estão destinadas, mesmo que saibam que está errado. Acham que têm controle sobre si próprias e sobre os outros, mas não, não têm. Falta-lhes é a força de carácter, o saber estar e sobretudo a inteligência de saber contrariar os seus impulsos mais básicos.

Tudo pelo momento e só o momento, sem acautelar as consequências. Exercer bem o Carpe Diem é uma arte, não é para todos. Desfrutar do momento é uma coisa, viver o resto da vida com as consequências do momento é outra bem distinta.

Andamos à boleia de tudo isto, andamos à boleia dos instintos primários, das opiniões que nos fazem balançar de um lado para o outro. Como dizia a vendedora de castanhas para a filha; "Vai a pé filha, que só as putas é que andam à boleia".

Tenho opinião sobre tudo isto, mas o segredo de bem envelhecer é fazer segredo do que se penso. Cada vez mais a vida ensina-me que o silêncio é o meu melhor e único amigo. Estou a aprender...!

Paulo Leote E Brito

 

 
Ler mais ...

Alcoutim atribui cartão social a 85 famílias carenciadas

Autarquia atribui cartão social a 85 famílias carenciadas

Visando o apoio às famílias mais carenciadas do concelho, a Câmara Municipal de Alcoutim deliberou na passada quarta-feira, 9 de janeiro, em reunião do executivo, atribuir o Cartão Social do Município a 85 agregados familiares. Os benefícios concedidos pelo cartão vigorarão de 1 de janeiro a 31 de dezembro do corrente ano.

De acordo com o previsto no regulamento do cartão social em vigor, a atribuição do mesmo confere aos respetivos titulares o direito a serem apoiados pelo Município de Alcoutim na aquisição de bens e serviços em que este seja fornecedor, designadamente através da redução em 50% do pagamento das taxas, tarifas, preços e licenças, devidas pelo utente. Confere ainda o direito a usufruírem da aplicação do tarifário social nos serviços de abastecimento de água, saneamento de água residuais e gestão de resíduos urbanos.

O apoio está aberto a todos os residentes no concelho há pelo menos um ano que estejam recenseados numa das freguesias e que comprovadamente possuam um rendimento abaixo de uma capitação anualmente fixada para o efeito.

O cartão é válido por um ano, renovável por igual período a requerimento do interessado. As candidaturas decorrem no Gabinete de Ação Social, Saúde e Educação da Câmara Municipal, durante os meses de novembro e dezembro.

 

Ler mais ...

Lagos do Regulamento que Taxa Municipal Turística

Lagos dá início à elaboração do Regulamento que visa a criação da Taxa Municipal Turística

Na discussão do assunto durante a reunião do Executivo lacobrigense, e em resposta às dúvidas e questões levantadas pela Vereação, Maria Joaquina Matos afirmou não ter dúvidas quanto à bondade da proposta de criar a Taxa Municipal Turística, uma vez que “os encargos dos municípios com as despesas inerentes ao reforço dos dispositivos, necessário para dar resposta à crescente afluência de visitantes, são cada vez mais elevados, sendo de justiça que esse reforço seja parcialmente suportado por quem nos visita e não apenas pelo orçamento municipal, ou seja, pelos residentes.” Quanto à ideia de aplicar parte da receita - que venha a ser obtida com a cobrança da nova taxa - na concretização de projetos supramunicipais, a Presidente da Câmara sublinhou que, não obstante a inexistência formal de uma região administrativa, existe um espírito de colaboração entre os autarcas da região que permite encarar a possibilidade de implementação de projetos estruturantes que a todos beneficiem, quer para suprir a ausência de investimento por parte do governo central em algumas áreas, quer para tornar a região mais competitiva em termos turísticos.

A decisão de constituir um grupo de trabalho e de avançar com o procedimento administrativo de elaboração deste novo Regulamento Municipal foi tomada na primeira reunião de Câmara de 2019 e tem como objetivo a criação e implementação da Taxa Turística.

Esta deliberação surge também na sequência da decisão dos Municípios Algarvios, tomada em sede de reunião da AMAL – Comunidade Intermunicipal do Algarve, de avançarem, de forma concertada, com a criação da Taxa Municipal Turística na região, à semelhança do que já acontece em Lisboa e no Porto, mas cuja implementação carece de ser aprovada e operacionalizada por cada um dos municípios que a integram, designadamente através da elaboração e aprovação de regulamentos municipais que confiram o devido suporte legal à cobrança desta nova taxa.

A avaliação do impacto da Taxa Municipal de Turismo, assim como a proposta orientadora para a elaboração dos regulamentos, foram desenvolvidas pela própria AMAL, cabendo agora a cada município fundamentar a criação da taxa, de acordo com: a sua realidade e especificidades; os motivos que o levam a adotar esta solução; e as contrapartidas/serviços a que os particulares terão direito pelo pagamento da taxa em causa, uma vez que se trata de uma taxa e não de um imposto.

Em termos de fundamentos gerais, a decisão da AMAL prende-se com o reconhecimento do Turismo como a principal atividade económica do Algarve e como motor da economia nacional, situação para a qual os municípios contribuem de forma inequívoca, suportando os custos inerentes a essa atividade e que permitem tornar a região atrativa para os turistas, seja pela qualidade das praias, pela animação turística e cultural, pela limpeza e segurança, entre outros. A introdução da taxa municipal turística visa, assim, imputar ao turista uma parte dos custos que os Municípios suportam com e durante a sua estada.

Recorde-se que em cima da mesa está a proposta, consensualizada em sede da AMAL, de se adotar os seguintes termos e condições: fixar o valor da taxa municipal turística em 1,5€ por hóspede e dormida, a cobrar nas primeiras sete noites de estada consecutivos e apenas durante os meses de março a outubro de cada ano, isentando-se crianças e jovens até aos 12 anos.

Segundo o estudo elaborado pela referida entidade, relativamente à estimativa das receitas da Taxa Turística por município, este cenário permitirá ao Município de Lagos arrecadar uma verba de aproximadamente 1 milhão e meio de euros por ano (1.456.076,00€), parte da qual poderá vir a ser aplicada numa carteira de projetos de investimento – que resultem na melhoria de serviços que são prestados a um nível supramunicipal - previamente determinados por aprovação do Conselho Intermunicipal da AMAL.

  • Publicado em Lagos
Ler mais ...

38º Encontro de Charolas da Cidade de Faro

Teatro das Figuras, o  Encontro de Charolas da Cidade de Faro

Irá realizar-se, dia 13 de janeiro (domingo), a partir das 14h30, no Teatro das Figuras, o 38º Encontro de Charolas da Cidade de Faro, com a participação de 12 grupos em representação das freguesias do município.

As tradicionais “janeiras” e cantares ao Menino assumem no concelho de Faro a forma particular de encontros de Charolas, sendo já uma tradição com forte implantação.

Cada grupo atuará durante 30 minutos, prometendo levar alegria, boa disposição e cantares tradicionais, dando também espaço ao despique e à improvisação.

O espetáculo tem a duração aproximada de seis horas, tendo entrada livre, sujeita à lotação da sala.

Recorde-se que as charolas, cuja atuação pública decorre durante os primeiros dias de cada ano, são agrupamentos de homens e mulheres que, acompanhados por instrumentos (acordeão, ferrinhos, saxofone, pandeiretas e castanholas), atuam em festivais de charolas e percorrem as casas dos amigos e os principais estabelecimentos comerciais da sua zona, lançando cantigas e quadras geralmente improvisadas num ambiente de jovialidade e alegria. Uma das figuras mais importantes nos grupos charoleiros é o “começador”, que representa a figura do maestro.

Existem divergências sobre as origens desta cultura popular, mas julga-se ter surgido em 1918, no final da 1ª Guerra Mundial, para saudar com alegria os conterrâneos que regressavam dos campos devastados de Flandres.

O evento, organizado pela Câmara Municipal de Faro e pelo Teatro municipal de Faro conta com o seguinte programa e grupos participantes:

14:30- Charola da Sociedade Recreativa Bordeirense

15:00- Charola da Casa do Povo da Conceição de Faro

15:30- Charola Flor da Juventude Nexense

16:00- Charola Ossónoba de Estoi

16:30- Charola Juvenil de Bordeira

17:00- Charola União Bordeirense

17:30- Charola Juventude União Bordeirense

18:00- Charola Flor de Liz

18:30- Charola Aldeia Branca de Estoi

19:00- Charola Amizade Estoiense

19:30- Charola A Democrata

20:00- Charola Mocidade União Bordeirense

  • Publicado em Faro
Ler mais ...

Silves - Troféu Espírito Desportivo - 1.ª fase dos jogos Desportivos Escolares

Festa do Desporto e do Dia d’Aventura

Numa iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Silves (CMS), teve início no passado mês de dezembro e prologar-se-á até dia 27 de fevereiro a 1.ª fase dos jogos Desportivos Escolares – Troféu Espírito Desportivo. 
Distinguir o espírito desportivo como uma componente fundamental a desenvolver na formação desportiva das crianças e jovens do concelho; promover o gosto pela prática desportiva e o desenvolvimento individual e coletivo em detrimento dos resultados alcançados a qualquer custo; promover o potencial educativo das práticas desportivas como fator relevante no processo de formação cívica e moral das crianças e jovens; reconhecer os professores e treinadores desportivos como principais agentes educativos no aproveitamento das potencialidades educativas das práticas desportivas; e distinguir o Município de Silves como um Município promotor e fomentador do espírito desportivo em todas as suas práticas desportivas são os principais objetivos deste projeto desenvolvido nas escolas EB 2,3 de concelho e Escola Secundária de Silves.
A fase final culmina com a realização da Festa do Desporto e do Dia d’Aventura, iniciativas que servem de “chapéu” à transmissão dos valores fundamentais associados à prática desportiva, nomeadamente a noção de Espírito Desportivo.
Mais informações poderão ser recolhidas junto do sector de Desporto da CMS através do telefone 282 440 270 ou do endereço de correio eletrónico Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

 
 
Ler mais ...

Solange Silva Silves

“Cá se Faz” trará ao Teatro Mascarenhas Gregório a fadista Solange Silva

A próxima sessão do “Cá se Faz” trará ao Teatro Mascarenhas Gregório a fadista Solange Silva. A iniciativa, promovida pela Câmara Municipal de Silves, irá realizar-se no dia 1 de fevereiro, pelas 21h30.

Os bilhetes têm um custo associado de 5 euros, podendo ser adquiridos através da bilheteira online BOL (em https://www.bol.pt/Comprar/Pesquisa?q=&dist=8&e=5365) ou num dos seguintes locais: FNAC, Worten, El Corte Inglés, CTT Correios, Pousadas da Juventude, Quiosques Serveasy. No caso de existirem, ainda, bilhetes disponíveis no dia 1 de fevereiro, os mesmos poderão ser adquiridos no local.

info: Sector de Cultura da CMS | tel.: 282 440 800 | email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Solange Silva

Solange Silva tem 26 anos e, apesar de ser natural de Portimão, foi na vila de Pêra que cresceu.

Amante do fado desde tenra idade, foi aos 15 anos que ganhou verdadeiro interesse por este estilo musical, ao participar no seu primeiro concurso de fado, onde conquistou o 3.°lugar.

A partir de então, a par de uma ocupação profissional a tempo inteiro, começou a cantar em restaurantes e em alguns espetáculos de rua.

Há dois anos fez uma pausa no mundo do fado, para ser mãe.

Costuma dizer «sou muito feliz pelo que conquistei ao longo da vida e o Fado é a maneira mais próxima que tenho de transmitir isso ao coração das pessoas que gostam de mim e de me ouvir».

 

  • Publicado em Silves
Ler mais ...

Estrada do Vau ser recuperada

“A velhinha” vai ser intervencionada no decorrer mês

 “A velhinha” vai ser intervencionada no decorrer deste mês, através de uma empreitada orçamentada em cerca de 71 mil euros que irá permitir a colocação de um novo pavimento naquela via.

Apesar de ser uma estrada secundária a Estrada do Vau é utilizada diariamente por milhares de automóveis, sobretudo no período do verão, sendo que o pavimento há muito que necessitava de uma intervenção global de recuperação.

Consciente deste facto a Câmara de Portimão decidiu intervencionar aquela estrada nos próximos 2 meses, através de uma empreitada que pretende para além de recuperar o piso, garantir uma adequada circulação das águas pluviais e disciplinar o estacionamento.

Em termos de obra, será executado um coletor de pluvial e respetivos sumidouros, será alcatroada a estrada e implementada sinalética horizontal e vertical. O valor da empreitada é de cerca de 71 mil euros e tem início previsto para este mês.

A circulação automóvel alternativa será devidamente sinalizada no local, agradecendo-se a compreensão dos automobilistas.

Ler mais ...
Assinar este feed RSS
×

Sign up to keep in touch!

Be the first to hear about special offers and exclusive deals from TechNews and our partners.

Check out our Privacy Policy & Terms of use
You can unsubscribe from email list at any time